11 dicas para uma vida com menos tóxicos e químicos

11 dicas para uma vida com menos tóxicos e químicos

Hoje em dia muitas pessoas procuram produtos e atitudes mais verdes, mas muitas vezes são enganadas por embalagens que prometem ingredientes naturais e biodegradáveis. Na maioria das vezes os rótulos e propagandas omitem ingredientes tóxicos que nos fazem mal. Por isso, aproveitando a recorrente temática ecológica das nossas músicas e o Dia internacional da Terra, resolvi aproveitar o espaço e compartilhar algumas atitudes fáceis que mudei no meu dia a dia, que não exigem  grandes mudanças e que garantem uma vida mais limpa. Ao optar por essas ações, além de reduzir os químicos e tóxicos que você põe no seu corpo, você deixa também de poluir a natureza. Todos os químicos que jogamos nos rios, que matam os peixes e plantas, não fazem bem para nós quando os consumimos e depois ainda voltam para o nosso solo e água, para os consumirmos novamente.

 Lorena Hollander e Lucio Tamino - Ecosystem Equilibrium

Arte que produzi com o meu irmão Lúcio Tamino para a música “Ecosystem Equilibrium”, do nosso disco “See Through

 

1. Produtos de beleza naturais de verdade

Existe uma lista de 12 tóxicos que estão em quase todos os produtos de beleza que conhecemos (mesmo naqueles que são divulgados como “naturais”). Vale a pena conferir os seguintes links: Lista dos 12 tóxicos e Tóxicos em cosméticos. E mais fácil do que ficar lendo todos os rótulos é comprar direto de empresas como a Multivegetal, Sal da Terra e Cativa Natureza, que oferecem produtos livres de lauril sulfatos, parabenos, etanolaminas, corantes, fragrâncias artificiais, polímeros sintéticos e derivados de petróleo ou de origem animal, e de quebra não são testados em animais – até porque produtos realmente naturais já não precisam ser, pois já se sabe quais ingredientes naturais são seguros ou não para serem usados em cosméticos.

Existem marcas mais conscientes, como a Eh, que possui uma linha de shampoo orgânico, e a Phytoervas, que possui linhas de shampoo sem sulfato e parabenos.

 

2. Trocar os sabonetes

Gosto muito da explicação de uma empresa chamada Santo Sabão sobre os sabonetes que costumamos consumir:

“… o que se compra no supermercado é um detergente sintético, à base de gordura animal, sem a preciosa glicerina, que foi retirada para ser vendida para a indústria cosmética, alimentícia, química ou farmacêutica. O que sobra é uma massa sem a parte hidratante, onde se acrescentam perfume e cor. É esse sabonete que você usa no banho, que retira toda a proteção da sua pele…; que deixa a sua pele aberta a bactérias e micróbios…; que dá coceira, alergia, dermatite, descamações… A pele da canela fica “craquelê”, o cotovelo racha, a mão parece que tem 20 anos a mais que o resto do corpo…”

Os sabonetes artesanais são mais caros e uma opção mais barata seria os tradicionais sabonetes de glicerina da Phebo, por exemplo.

 

3. Reduzir ou não comer nenhum tipo de carne

Sou vegetariana e muitas pessoas me perguntam o por quê. Primeiro que ao comermos qualquer tipo de carne, inclusive peixes, ingerimos muitos hormônios e antibióticos. Segundo que para produzir 1kg de carne, precisamos antes produzir 7kg de soja e 42.000 litros de água e o mesmo espaço onde se produz 1 kg de carne, poderia se produzir 80 kg de grãos – sem falar que a ração dos animais incluem muitos transgênicos, que obviamente são transferidos para a carne. E, por último, o custo para a natureza é tão alto, que não existe a possibilidade de toda população mundial comer carne, ou seja, mesmo sendo responsável por 14,5% das emissões de dióxido de carbono na atmosfera, apenas 15% da população tem acesso a carne.

paul mccartney - peta

 O Paul McCartney é vegetariano e parece em muitas campanhas da PETA (People for the Ethical Treatment of Animals). Aqui ele diz: “Uma das coisas mais eficientes que qualquer indivíduo pode fazer para ajudar o meio ambiente é comer menos carne”.

 

 

4. Evitar protetores solares

Parece piada, mas não é: a maioria dos filtros solares contêm substâncias que podem causar câncer (inclusive câncer de pele). Não achei muitas matérias sobre isso em português, mas vocês podem conferir uma matéria da CNN (em inglês), falando para evitar o  oxibenzona, retinol (Vitamina A) e SPF acima de 50. Além disso, tomar sol é importante para produção de vitamina D e ao usar filtros solares impedimos esse processo. A vitamina D é importante para ajudar o corpo a absorver o cálcio, manter o equilíbrio, garantir a tonicidade muscular e, segundo novos estudos, até prevenir o câncer. Uma boa opção é tomar sol sem filtro no começo da manhã e final da tarde para garantir a produção de vitamina D, e ficar na sombra quando o sol estiver muito forte, evitando assim o uso de filtro solar.

 

sol

Quando o sol está muito forte os animais geralmente buscam a sombra, mas eles sempre aproveitam o sol da manhã e do final da tarde.

 

5. Óleo de coco

Um dos produtos que costumamos consumir pensando que fazem bem são os óleos vegetais, como margarina, óleo de soja, girassol, canola, milho, etc. Todos esses são péssimos para a saúde e muitos são de origem transgênica. A melhor alternativa para cozinhar é o óleo de coco, que além de ser saudável não se altera em altas temperaturas. A manteiga também é uma melhor opção do que os outros óleos, mas pode possuir hormônios e antibióticos, que fazem parte da dieta dos gados criados de forma não orgânica.

 

6. Consumir mais alimentos orgânicos

Além de ingerir menos agrotóxicos, consumindo alimentos orgânicos evitamos a contaminação desses tóxicos em nosso solo e água. Uma dica é consumir alimentos que são naturalmente resistentes as pragas (como a batata doce, coco e feijão) e frutas e vegetais da estação, pois eles recebem menos agrotóxicos. Recentemente foi divulgada uma lista de alimentos que necessitam de mais agrotóxicos: pimentão, uva, pepino, morango, couve, abacaxi, mamão, alface, tomate e beterraba.

 

 

7. Substituir os produtos de limpeza

Existem muitas opções para limpeza aos produtos vendidos nos supermercados, que além de serem mais baratas garantem uma limpeza que não contamina sua casa, nem polui a natureza. A maioria dos produtos vendidos contém muitos tóxicos e químicos, que são absorvidos pela nossa pele não só durante a limpeza, mas por meio dos resíduos que deixam.

Sabão de coco: Para lavar a louça, um simples sabão de coco substitui qualquer detergente, e é biodegradável de verdade e não resseca a pele.  O sabão de coco em pó é uma ótima alternativa para lavar roupa.
Bicarbonato de sódio: é ótimo para remover manchas, deixar as roupas mais brancas, remover odores e para limpeza em geral. Veja esse link com receitas.
Vinagre: tem a propriedade de quebrar as partículas de gordura e remover o mofo. Em combinação com o bicarbonato de sódio serve para desentupir canos e remover sujeiras pesadas.

 

8. Usar produtos hipoalergênicos

No caso de dúvidas sobre ingredientes, pode-se optar por produtos hipoalergênicos, pois eles costumam ter substâncias muito menos agressivas.

 

9. Receitas feitas em casa

Existem muitas receitas fáceis de fazer em casa, como a de desodorantes (pois os industrializados geralmente contém alumínio e triclosana, entre outros químicos, que estão associados ao câncer), máscaras faciais (como a de mel e aveia e a de argila verde), etc.

 

10. Produtos femininos

Coletor menstrual – uma alternativa a absorventes, é um pequeno copinho feito de silicone medicinal, livre de produtos químicos, sustentável (absorventes são um dos piores tipos de lixo) e hipoalergênico. Confira mais no site da InCiclo.

Esmaltes 3 Free – livres de  3 substâncias altamente tóxicas e alergênicas: o DBP, tolueno e formaldeído. Olha só que o que a Anvisa fala sobre o formaldeído, que é usado em praticamente todos esmaltes comuns: “A substância pode causar irritação nos olhos, incluindo reação alérgica nas pálpebras – local mais comum de reação a esmaltes – e problemas respiratórios, além de ser cancerígeno”. Para saber mais e conhecer opções de esmaltes clique aqui.

Pano de microfibra - para limpar o rosto sem usar produtos comuns que costumam conter alguns daqueles 12 tóxicos que citei acima, pode-se usar um pano de microfibra embebido em água, que é hipoalergênico, retira a maquiagem e deixa a pele limpa.

Maquiagem mineral, vegana e orgânica – algumas marcas como Alva Brasil e Phebo, possuem opções de maquiagens sem parabenos e outros químicos.

 

11. Evitar água de garrafa plástica

Fomos convencidos por propagandas que ao consumir águas engarrafadas estamos consumindo uma água muito superior a água da torneira filtrada. Novos estudos indicam que além da água engarrafada muitas vezes ser inferior a água da torneira, o plástico das garrafas pode prejudicar nossa saúde. Segundo estudo da University of Kansas, o composto químico Bisfenol (BPA), que compõe a garrafa plástica, pode ser responsável por fortes dores de cabeça (fonte: Terra). E um estudo da UNESP comprova que “em contato com o calor, o plástico libera uma substância chamada antimônio, que pode causar problemas de saúde” (fonte: R7). Além disso, o petróleo gasto na fabricação das garrafas – e no transporte das mesmas – e o lixo produzido torna o produto altamente anti ecológico, como pode ser visto no vídeo abaixo. Estudos indicam ainda que o filtro de barro brasileiro é o melhor sistema de filtragem de água do mundo!!! Leia mais aqui.

Body Art com pássaros

Para fechar meus posts de arte com a temática das aves, compartilho com vocês arte produzida no corpo humano. Diferentemente das tatuagens, que são definitivas e tem técnicas específicas (como vocês viram nos posts  Tatuagens com Aves – Parte 1 e Parte 2), o “Body Art”, ou arte corporal, usa o corpo humano como tela e possui uma linguagem diferente que produz resultados fantásticos.

Apesar desse tipo de arte ser comum em diferentes tribos e muito usada em diversas culturas, o ato de pintar o corpo só se tornou parte do universo artístico nos anos 60, junto com a arte performática e o happening.

Abaixo vocês podem ver o trabalho de 2 artistas que fazem body art e que retrataram pássaros. E para ver meu primeiro post de arte com pássaros, com obras de grandes mestres como Da Vinci e Picasso, obras de artistas brasileiros, fotografias, esculturas e outros trabalhos de diferentes técnicas, culturas e períodos, clique aqui.

 

 Arte de Gesine Marwedel

 Gesine Marwedel03 Gesine Marwedel04 Gesine Marwedel05Gesine Marwedel02Gesine Marwedel06Gesine Marwedel01

 

 

 Arte de Guido Daniele

 

Painting Art by Guido Daniele - Mandarin-Duck Painting Art by Guido Daniele - falcon Painting Art by Guido Daniele - Dove-2-hands-white-on-black1-507x340

Painting Art by Guido Daniele - Owl1-231x340

Painting Art by Guido Daniele - bald eagle01 Painting Art by Guido Daniele - bald eagle02  Painting Art by Guido Daniele - Parrot-un-black1-511x340 Painting Art by Guido Daniele - Penguin-226x340

 Page 1 of 8  1  2  3  4  5 » ...  Last »